A carregar Todos os Eventos

« All Events

Autor do Mês de Junho

Junho 1 @ 9:00 - Junho 30 @ 17:30

Carlos Barroco Esperança nasceu em Escalhão, no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, em 17 de dezembro de 1942, sendo registado com a data de 1 de janeiro de 1943 na Conservatória do Registo Civil de Almeida, de cujo concelho eram naturais os pais e avós. Fez a instrução primária na aldeia de Vila Garcia, concelho da Guarda, o ensino secundário no Liceu Nacional da Guarda e, em 1961, concluiu o curso de professor primário na Escola do Magistério Primário da Guarda. Foi sucessivamente professor, delegado escolar, militar durante quatro anos e quatro dias (SMO), com uma comissão na guerra colonial em Moçambique, professor, agente comercial, delegado de propaganda médica e quadro de uma multinacional farmacêutica. De 1961 a 1974, participou nos movimentos cívicos contra a ditadura e foi militante da CDE. Continua a intervenção cívica sem filiação partidária, na defesa dos ideais republicanos, laicos e democráticos. Foi colaborador de vários jornais, revistas, catálogos e blogues, e mantém uma longa colaboração no mensário Praça Alta, de Almeida. É membro da Associação 25 de Abril, da Associação República e Laicidade, presidente da Associação Ateísta Portuguesa (AAP) e sócio da Associação Portuguesa de Escritores (APE). Além da colaboração em várias publicações coletivas, é autor dos livros de crónicas Pedras Soltas (2006) e Ponte Europa (2016). Sobre o Ponte Europa escreveu o autor: «é um livro de crónicas que regista memórias antigas e inquietações de sempre. É o testemunho de um cidadão que ama a vida e defende a democracia. Como não creio na existência de outra vida para além da morte, é na única e irrepetível vida que me coube, que luto pelo que considero justo, aceitando a dúvida como método, o erro como probabilidade e as posições antagónicas como legítimas. Há nestas páginas registos de infância, impressos na memória, e olhares recentes sobre o país e o mundo. São narrativas, ora irónicas, ora magoadas, de pessoas e factos passados, pertencentes ao mundo rural da minha infância, para que os recordem as pessoas da minha geração e os conheçam as gerações posteriores. Os livros Pedras soltas e Ponte Europa estão disponíveis para consulta e empréstimo na Biblioteca Municipal Maria Natércia Ruivo, havendo também o livro República e democracia, uma publicação de autoria coletiva, da qual faz parte o escritor.

Detalhes

Início:
Junho 1 @ 9:00
Fim:
Junho 30 @ 17:30
Categoria de Evento:

Local

Biblioteca Municipal Maria Natércia Ruivo
Rua Conselheiro Hitze Ribeiro 8
Almeida, 6350-125 Portugal
+ Mapa do Google