Freguesia de Leomil

População: 104 habitantes

Dista da Sede de Concelho: 15,7 km

Área: 13,42 km²

Esta freguesia foi ou pertença da Ordem dos Templários até à sua extinção.Passou depois para o domínio da ordem militar espanhola de Nossa Senhora de Roncesvales. Nos limites da freguesia existem diversos marcos ou padrões com inscrições que dizem: Duque de Ronces Vales.

Os traços da antiguidade desta freguesia estão bem vincados na fonte romana, bem no centro da povoação de Leomil, e no presbitério, antigo convento habitado pelos Templários e pelos monges espanhóis. Conta a tradição que uma aldeia mais antiga existiu a uns duzentos metros da actual, mas que a invasão de formigas a fizera desaparecer. Por este motivo terão mudado a aldeia para o actual assento. O que é certo é que em escavações ali encetadas foram encontradas moedas e objectos de épocas bem remotas. A pouca distância vêem-se também diversas sepulturas escavadas na rocha. Outro vestígio arqueológico importante é o lagar de azeite e vinho, esculpido na pedra, em Passal de Cima.

Leomil fez parte do concelho de Castelo Mendo até à sua extinção em 1855, transitando então para o de Sabugal, onde permaneceu até 1870, data em que passou a integrar o actual. Pertenceu à comarca de Pinhel, ao bispado de Viseu e ao arciprestado de Castelo Mendo.

Gastronomia
– Douradinhas de Leite

Artesanato
– Tecelagem
– Ferraria
– Tamancaria
– Padaria

Anexas
– Ansul

Atividades Económicas

- Agricultura
- Pecuária
- Construção Civil
- Maquinaria de terraplanagem

Festividades

- Santo António (2.ª ou 3.ª semana de Agosto)
- N. Sra. da Anunciação (25 de Março - feriado local)
- N. Sra. da Conceição (2.ª ou 3.ª semana de Agosto)

Colectividades

Associação Desportiva, Cultural, Recreativa e Social de Leomil
Localização: Largo da Igreja, 6350-081 Leomil

Património

Património em vias de Classificação:
- Igreja Matriz – Urbano / séc. XII / XVI (Estilo Românico e Gótico)

Património Edificado:
- Fonte Romana (Mergulho e Pia) – Periurbano / Medieval (Conjectural)
- Marcos ou Padrões com inscrições do “Duque de Ronces Vales” – Periurbanos / Medieval

Património Religioso:
- Capela da N. Sr.ª da Conceição em Ansul – Urbano / séc. XVIII / XIX (Conjectural)
- Cruzeiro – Urbano / séc. XII (1140)

Património Arqueológico e Etnográfico:
- Povoado Romano e Medieval do Sítio dos Telhões – Rural
- Sepultura Antropomórfica cavada na rocha no sítio dos Telhões – Rural / Medieval (Conjectural)
- Cabeceira de Sepultura Discóide no Largo da Igreja – Urbano / Medieval
- Sepultura Antropomórfica cavada na rocha no Largo da Igreja – Urbano / Medieval